Voltar

Produção de WFI utilizando processos de membrana

Bosch WFI

Em maio de 2017, a Bosch apresentou sua nova série MWFI para a produção de água para injeção (WFI). A unidade de geração utiliza o método de processamento a “frio” por osmose reversa e eletrodeionização, junto com uma etapa de ultra filtração adicional. Até agora, na União Europeia, esse método foi apenas aprovado para a produção de água altamente purificada (HPW), enquanto nos EUA e Japão já foi aprovado para a obtenção de WFI. No futuro, o processo será permitido também pelas autoridades europeias – embora com requisitos adicionais e específicos.

Essencialmente, a unidade deve produzir água sob condições que previnam o crescimento de microrganismos e outras impurezas. Para o sistema de osmose reversa, o EMA estipulou higienização regular da unidade utilizando água quente – principalmente para prevenir a formação de biofilmes. Para proteção adicional, higienização química também deve ser uma opção. A unidade oferece ambas opções. Para prevenir a contaminação como um resultado de propriedades de barreiras insuficientes, a integridade das membranas é verificada regularmente.

A Bosch agora retrabalhou a unidade de WFI, incluindo um design mais higiênico e incorporando tecnologia de medição para monitorar o sistema.

Monitorar todos os processos na cadeia de produção é essencial para garantir a qualidade microbial da água, razão por que a Bosch adaptou a unidade com vários sensores e dispositivos de medição para monitorar a qualidade da água através do processo e para checar o TOC (Total Organic Carbon), condutividade e outros parâmetros importantes. Um contador online de micróbios está disponível como uma opção.

A nova séria MWFI oferece uma taxa de produção de 1,000 a 12,000 litros de WFI por hora.

 

Contato:
Dr. John Medina
Sales Director
+49 351 28278 689
john.medina@bosch.com

Deixe uma resposta

*

Voltar ao início