Voltar

Transferência de tecnologia com efeito secundário anticorrosivo

A moderna Unidade de Biotecnologia da Libbs Farmaceutica Ltda, em Embu das Artes, perto de São Paulo, é atualmente uma das maiores do segmento na América do Sul. Quando a busca por medicamentos biológicos contra o câncer e doenças autoimunes aumentaram rapidamente, a Libbs decidiu expandir a capacidade de produção com uma nova linha de granulação, e modernizar o processo de granulação. “Estávamos procurando um parceiro que pudesse nos apoiar com a transferência de tecnologia necessária e proporcionar a qualidade da máquina que procurávamos”, diz Diogo Fonseca, engenheiro de projetos da Libbs.

Um desafio incomum
No entanto, um desafio incomum teve que ser resolvido no projeto, um dos produtos da Libbs quando em contato com o equipamento levava à corrosão. Então foram envolvidos especialistas de processo e engenheiros da subsidiária Hüttlin, localizada em Schofheim, que enviaram amostras de diferentes materiais resistentes à corrosão, até encontrarem a solução ideal, o Hastelloy, uma liga à base de níquel que é particularmente resistente a meios corrosivos agressivos, a qual foi utilizada posteriormente para a nova linha de granulação.

Ao contrário do antigo sistema de mistura planetária, o novo granulador (high-shear) Hüttlin HBG 600 usa o sistema de pá em forma de “Z” chamada “Gentlewing” que permite uma melhor homogeneização, distribuição e reduz o estresse mecânico e a perda de produto. E o antigo sistema de forno de secagem, foi substituído pelo sistema de leito fluidizado HDGC, com sua placa distribuidora de ar “Diskjet”, patenteada, fornece fluidização uniforme e eficiência ao processo. O sistema reduziu significativamente os tempos do processo, garantindo umidade residual uniforme e melhor reprodutibilidade na produção, além do equipamento já estar preparado para realizar granulação e revestimento quando necessário no futuro.

Transferência de tecnologia bem sucedida
Após a instalação da nova linha de granulação, especialistas da Bosch Alemanha e Brasil iniciaram a transferência de tecnologia de 10 produtos e também ajudaram a Libbs no registro do novo processo junto às autoridades. “O suporte do time Bosch foi ótimo, tanto no Brasil quanto na Alemanha”, diz Diogo Fonseca. “Eles estavam sempre ao nosso lado, desde o desenvolvimento até a instalação e validação. Confiança e segurança são essenciais para qualquer parceria. A Bosch entregou consistentemente os dois aspectos, para nossa completa satisfação”.

Contato:
Claudio Zan
Sales Manager LAM
Tel: +5 07 6430-9261
Email: Claudio.Zan@bosch.com

Voltar ao início